22 de agosto de 2009

{RPG e Educação} RPG no ProJovem - Governo Federal


O programa de cultura e esporte do Governo Federal para jovens e o CRAS (Centro de Referência e Assistência Social) aceitaram os jogos de RPG como suas oficinas culturais.

Iniciou em agosto na minha cidade, Belém, capital do Estado do Pará.

Quem conseguiu esta oportunidade foi o Bruno Neves (blogdochuva.blogspot.com) e está à frente junto aos órgãos que funcionam no mesmo local, a Aldeia Amazônica. Eu estou apenas ajudando e oferecendo sugestões.


Prédio da Aldeia Amazônica

São crianças e adolescente de baixa renda que participam destes programas. Dos aproximadamente 40 novos jogadores de RPG, apenas 2 já jogaram. É uma conversão em massa de novos jogadores, que aumenta um pouco mais a cada semana.

Resolvemos iniciar com RPG Quest, já que é um jogo simples e tem a vantagem das miniaturas e mapas. Antes de iniciarmos apontei, a partir de minha lembrança como jogador iniciante, o quanto é necessária a visualização de uma sala, caverna, campo de batalha, etc. Por isso o RPG Quest se mostrou a melhor opção. Mas logo nas primeiras partidas percebemos o quanto o jogo é complicado para iniciantes! As fichas não ajudam muito, já que são muitos códigos novos (FR, Will, Rituais, Furtividade, etc) sem uma devida explicação no pequeno pedaço de papel. Fomos explicando aos poucos, até poder refazer as fichas dos módulos em folhas A4 detalhando cada perícia, colocando o nome total dos Atributos e criando um pequeno histórico para cada personagem, além de uma lista de sugestões do que fazer.

Como temos alguns mapas de D&D pudemos criar histórias diferentes nas duas primeiras semanas, já que são seis turmas que vão uma vez por semana cada uma. Nunca joguei tanto RPG na vida. Além disso, o Bruno está usando as informações que atualizo diariamente no OutraBelem.com para outras atividades com os alunos.

Na 3a semana usaremos fichas prontas de outro sistema, com histórico mais completo dos personagens e sem miniaturas e mapas, avançando mais nas artes do RPG.

Os resultados estão sendo muito satisfatórios! Na primeira meia hora estão todos confusos, mas depois disso o que mais escutamos é “eu ataco!”. Depois de uma hora alguns estão tensos pelas vidas de seus personagens e pedindo ajuda, interagindo com PJs e PDMs e fazendo outras coisas, que vamos pedindo interpretação aos poucos, pois a maioria não se conhece e fica com vergonha de interpretar na frente dos outros. Os mais novos ficam mais a vontade.

As assistentes sociais e pedagogas estão adorando os resultados, inclusive com os considerados mais problemáticos. O psicólogo também ajuda, já que é um jogador de RPG e Magic das antigas, na casa dos 40 e poucos anos.

Usamos algumas dicas do Newton Rocha (NewtonRocha.wordpress.com) e atualizamos com algumas considerações bastante importantes. Depois farei uma postagem só delas, inclusive aceitando sugestões.

Infelizmente meu tempo fica cada vez mais escasso com os estudos e leituras que estou fazendo, além de ter que escrever projeto para seleção, assistir uma disciplina e ainda ir à academia. Mas levo meu material para o local e se vão poucos eu fico estudando enquanto o Bruno narra.

Estamos lá como voluntários.



7 comentários:

Darkolme disse...

Excelente iniciativa, camaradas!!! Meus parabéns!!!

Gilson disse...

Grato!

Gilson

Sr. Calavera disse...

Olá Gilson!
Realmente uma inciativa que se deve dar os parabéns!
Muito interessante o trabalho, principalmente pelo aspecto social. E ainda divulga um lazer que considero muito saudável.
Desejo muito sucesso nessa empreitada!

Gilson disse...

Valeu! E acredito que vamos também aplicar conteúdos educacionais.

Gilson

Rodrigo "Ragabash" disse...

Salve Gilson!

Quais são os dias que ocorrem as oficinas? Eu acho interessante fazer um registro de imagens e comentários das crianças para gerar uma matéria para o RPG Belém. O que tu achas? Eu sei que o Bruno deveria ser consultado, mas infeslimente ele não está respondendo aos meus e-mails. Aguardo resposta.

Gilson disse...

Falarei com o Bruno hoje, dia 24, pois ele é o responsável. Sou apenas o ajudante.

Abraços!

Gilson

Gilson disse...

Ele vai marcar contigo!

Gilson